Seu local de trabalho está pronto para um novo surto de doença infecciosa?

Quinta, 30 de Setembro de 2021  .  Leitura: 5 minutos

Seu local de trabalho está pronto para um novo surto de doença infecciosa?

Pouquíssimas empresas possuíam protocolos de biossegurança antes do COVID-19. Com o retorno dos colaboradores ao trabalho presencial, as empresas agora buscam se ajustar ao “novo normal” para assegurar que estejam prontas em caso de futuros surtos e paradas.

Do Ebola e Zica Vírus para o H1N1 e COVID-19, o mundo tem testemunhado muitos surtos de doenças infecciosas na década passada. De fato, um estudo marcante (1) demonstrou que o número de doenças infecciosas emergentes tem crescido constantemente nos últimos 60 anos, o que colocou um fardo significativo nas economias globais e na saúde pública. De acordo com a OMS – Organização Mundial da Saúde, as causas deste padrão alarmantes (2) são inúmeras: economia globalizada, urbanização rápida, crescimento populacional sem precedentes, mudanças climáticas, nosso modo de vida e viagens aéreas entre outras. Como resultado, o mundo nunca precisará se preparar cada vez mais para quando – e não se – o próximo surto ocorrer.

A crescente preocupação do risco de exposição

Hoje, a atual pandemia de COVID-19 tornou as empresas e funcionários bastante cientes do risco associado a um surto de doenças infecciosas no local de trabalho. Para as empresas, esse risco impacta não apenas a continuidade dos negócios, mas também a sua reputação e o em estar de seus colaboradores. De fato, aproximadamente um em cada dois funcionários (41%) dizem estar inseguros para voltar ao trabalho presencial por conta dos riscos de exposição associados de acordo com uma pesquisa recente (3). São estatísticas como estas que provam que a percepção de segurança e saúde nos locais de trabalho evoluiu muito. Empresários agora tem reponsabilidade adicional de garantir que seus funcionários possam realizar suas tarefas diárias mesmo durante uma pandemia. Governos tem criado leis que obriguem empresários a tomar as medidas preventivas necessárias para proteger sua força de trabalho e, em alguns países, empresários podem ser considerados criminalmente responsáveis pelas questões sanitárias no local de trabalho. Neste contexto, é ainda mais importante para eles demonstrar que tomaram toadas as medidas mínimas para proteger a saúde de seus funcionários.

Risco de Biossegurança: O “normal” no local de trabalho de hoje

Diante desta nova realidade, as empresas precisam agora de uma estrutura para ajuda-las a gerenciar os riscos de infecção no local de trabalho. Implementar um sistema de gestão que enfoque especificamente a biossegurança é um passo na direção correta. Mas lembre-se: com foco não somente no seu colaborador! Prepare-se para cuidar também de seus clientes, visitas e terceiros! A Certificação de Biossegurança Bureau Veritas é baseada em um padrão de sistema de gerenciamento de doenças infecciosas que requer uma política, implementação de controles de melhores práticas e protocolos sanitários para atender a recomendações e requisitos regulatórios e minimizar o risco de contaminação durante um surto. A Certificação de Biossegurança garante que as empresas determinaram os recursos, as competências dos funcionários e as medidas de proteção mais eficazes necessárias para garantir a conformidade. Estas medidas seguem uma hierarquia de controle, familiar para aqueles que já possuem sistemas de gerenciamento de saúde e segurança: controles administrativos e de engenharia, que se concentram em isolar as pessoas e reduzir a exposição aos perigos (por exemplo, filtros de ara, barreiras físicas, teletrabalho, etc). Elas podem também incluir práticas de trabalho seguro que reduzem a frequência e exposição aos perigos, assim como o uso de equipamentos de proteção individual (EPI’s) que podem ajudar a prevenir certas exposições. Biossegurança é uma questão altamente complexa. Um surto pode acontecer a qualquer momento no local de trabalho e, embora os protocolos predefinidos possam reduzir substancialmente o risco, sua eficácia também depende da consciência e do comportamento do funcionário – este ponto também deve ser tratado!

É por isso que a abordagem do sistema de gestão fornece uma maneira ideal para as empresas gerenciarem o risco de surtos de doenças infecciosas. Ele ajuda as empresas a monitorarem os riscos, manterem seus funcionários, clientes e visitantes informados e a Certificação de Biossegurança garante que o compromisso da empresa com um ambiente de trabalho seguro seja divulgado para o mundo exterior!

Quer conhecer mais? Quer se tornar um auditor em Biossegurança? Conheçam nossos cursos de formação que vão deste a conscientização sobre o tema até a formação! Interatividade, conteúdo atual e treinamento em tempo real através de aulas em horário pré-agendados em plataforma digital.

BV Live Academy | Educação Virtual Ao Vivo (bureauveritastraining.com)

• Conscientização sobre princípios básicos e práticas de Biossegurança

4 horas – próxima turma 18/10/2021

• Interpretação e implantação do Sistema de Gestão de Biossegurança

16 horas – próxima turma início 04/10/21

• Formação de auditores internos do Sistema de Gestão de Biossegurança

24 horas – início da próxima turma 22/11/21

https://bit.ly/39LXM1p

Palavras-chave: biosseguranca