Como desenvolver pensamento crítico?

Quinta, 22 de Julho de 2021  .  Leitura: 5 minutos

O pensamento crítico é uma habilidade, a capacidade de compreender, analisar e executar ações, por meio de experiências, observações, comunicações, reflexões e conexões. Dessa junção de informações, obtém-se o julgamento imparcial ou pensamento crítico.

O ponto de partida do pensamento crítico é entender experiencias pessoais, crenças, habilidades e formas de processar fatos, e analisar o comportamento individual. Além, é claro, de possuir:

  • Conhecimento – saber o que, para que, quando, onde e por que do assunto, isto é, 360o do que envolve o assunto;
  • Compreensão – organizar fatos e pensamentos, até mesmo por escrito para facilitar;
  • Aplicação – resolver problemas ou expressar seus pensamentos por meio de exemplos;
  • Análise – para análise profunda é preciso separar o assunto em pequenos temas e estudar cada um separadamente, para uma conclusão assertiva.

Intrinsicamente, pessoas que usam o pensamento crítico não aceitam de imediato qualquer definição sem antes de estudá-la por completo, pois são mais diretas, imparciais e muito focadas. Essa habilidade faz com que o cérebro aprenda de forma ativa com cada informação e não somente guarde informações.

As maiores habilidades que nascem do pensamento crítico são:

  • Raciocínio Lógico

O raciocínio lógico é fundamentado na filosofia e muito utilizado na matemática, mas seu poder vem da estruturação de discursos mentais e criação de informações lógicas. Possui três divisões: dedução (conclusão particular), indução (conclusão geral a partir do particular) e abdução (conclusão intermediaria entre os dois anteriores, por não ter informações completas).

  • Tomada de Decisão

Quem possui pensamento crítico tem tomada de decisão geralmente é muito rápida, pois consegue visualizar muitas opções e suas consequências em minutos e assim decidir. O que parece ser muito fácil, mas não é!

  • Resolução de Problemas

É uma soft skill muito desejada no mercado de trabalho, pois a pessoa que tem o pensamento crítico, durante um imprevisto, consegue analisar e executar sua solução rapidamente. Falando assim parece fácil, que a pessoa só “teve sorte” naquela solução, mas não é bem assim.
A resolução de problemas tem etapas que são por vezes executadas mentalmente até encontrar a solução adequada para o momento, são elas:

  • Diagnosticar o problema: por meio de informações visuais (imagens, gráficos números etc.) e assim organizar tudo;
  • Criar muitas soluções: a quantidade de opções ajuda a definir a melhor ou até mesmo juntar algumas soluções para resolver o problema;
  • Discutir as consequências de cada solução: isso ajudará a escolher a solução mais aderente para o momento, mas possivelmente não será definitiva;
  • Executar a ideia: após todos os passos acima, trabalhe na execução da melhor solução escolhida.

Para desenvolver o pensamento crítico é necessário, ampliar seu conhecimento.

Quanto mais souber sobre um assunto, mais argumentos você terá. Por isso, pesquise o máximo de informações a respeito do assunto. Estude com atenção focada e organize as informações hierarquicamente. Exercite sua capacidade de compreensão, a ponto de comparar cada informação obtida. Tente obter diversos pontos de vista sobre o material pesquisado.

Também é preciso questionar toda e qualquer informação.

Uma das formas mais importantes de se desenvolver o pensamento crítico é questionando tudo e todos. Mas não aleatoriamente, e sim de forma bem planejada, organizada e consciente. Não pergunte por perguntar, tenha embasamento, argumentos e fundamentos para cada questão. Questionar levará você a ampliar e variar o seu conhecimento.

Por fim, é importante aprender a ouvir.

Ser um bom ouvinte é uma das características mais difíceis. Como seres humanos, queremos compartilhar nossa vivência e experiência, mas somos constantemente inclinados a responder antes de ouvir a conclusão da outra pessoa. Para ter pensamento crítico, é preciso ouvir com neutralidade toda e qualquer informação do interlocutor, não tirar conclusões apressadas, não ouvir apenas para responder e sim para compreender aquela visão diferente da sua. O interesse legitimo em uma conversa, por opiniões e pontos de vista diferentes, vão abrir novos horizontes, aproveite. E, somente depois, analise tudo.

Para saber mais, conheça nossos cursos de Liderança & Desenvolvimento.

http://bvtreinamento.rds.land/cursos_ld

 

Palavras-chave: pensamento crítico, liderança